"Mais do que ser primeiro, herói é quem sabe dar-se inteiro e dentro de si mesmo ir mais além."

IRONMAN LIMBURG226 – I LOVED EVERY TERRIBLE MOMENT!

“A maior glória não está em nunca cair, mas sim em levantar-se sempre, depois de uma queda.”

(Confúcio)

 

Já está! Caí e levantei-me várias vezes! Mas adorei cada minuto de dor!

 

Não há palavras para descrever a emoção de cumprir um objectivo há muito estabelecido…

 

Não há palavras para agradecer todo o apoio que recebemos, de grandes amigos, conhecidos, e até desconhecidos…

 

Não há palavras de solidariedade que cheguem para com os meus companheiros de Iron e de outras aventuras e andanças desportivas…

 

Por fim, não há palavras para agradecer ao próprio organizador, Mario Appermans, e respectivos colaboradores, por uma prova perfeita!

 

Vivi cada instante com prazer e natural curiosidade por algo que nunca tinha feito a esta escala; senti cada pequena dor ou desconforto como pequenos “nadas” em algo muito maior; absorvi cada imagem, cada paisagem, cada odor e cada sabor; escutei cada sinal do meu corpo, ignorei cada um dos seus apelos com persistência e determinação…

 

Desfrutei de cada segundo.

 

Nadar no canal foi altamente!

 

Pedalar ao longo do mesmo, num bonito percurso sempre debaixo de sombra, foi fresco e retemperador!

 

Começar a correr pela pista de tartan num complexo desportivo de “província” – de fazer corar de vergonha muitas das nossos supostas “instalações desportivas”- foi um bálsamo; à 1ª passagem pela zona de meta, foi lírico ouvir o speaker anunciar alto e bom som o meu nome e a representação de Portugal!

 

“Bati na parede” nas duas últimas voltas da maratona, mas foi sensacional ser acompanhada pelo Espanhol na recta final da 3ª volta, enquanto ele entrava no funil de meta e eu entrava no corredor adjacente que me levava à 4ª e última volta! O speaker fazia a festa, com o nosso nome e o de Portugal a soarem em cada canto da grande praça cheia de esplanadas!

 

À 4ª e última entrada na recta que conduzia à meta, o Espanhol aparece, já de medalha ao peito, embrulhado numa enorme bandeira de Portugal, e insiste em correr comigo aquele troço até ao funil de meta, enquanto toda a assistência nas esplanadas aplaude! Épico! Entro no corredor enquanto retiro do bolso a pequena bandeira de Portugal que me acompanhou na maratona… O speaker não dá tréguas, e cruzo a meta com um enorme sorriso de felicidade!

 

Se podia viver sem ter feito um IRONMAN?? Poder podia, mas não era a mesma coisa!

 

Algumas curiosidades:

 

Tempo total de prova – 13h16:

 

Natação (3.8kms) – 1h23

Transição – 3:43 (consumo de 1 banana + água)

 

Ciclismo (180kms) – 6h15

Consumo: 3 bidons de água + 2 bidons de isotónica + 4 gels + 1 banana + 5 pastilhas Isostar “High Energy Tablets” + 1 fatia de Panrico

Velocidade média – 29km/h

Transição – 7:57 (consumo de cajus + 1 fatia de Panrico + isotónica + água)

 

Maratona (42.195 kms) – 5h26

Consumo: 3 gels + 1 banana + 5 pastilhas Isostar High Energy + copos de água e coca-cola em TODOS os postos de abastecimento, à ida e à volta.

 

Consumo calórico (apenas Ciclismo e Corrida) – 6713 Kcal

 

Temperatura Média – 29º; acumulado de subidas – 395mts
 

Gráfico do monitor de frequência cardíaca (apenas Ciclismo e Corrida):

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s