"Mais do que ser primeiro, herói é quem sabe dar-se inteiro e dentro de si mesmo ir mais além."

Treino/Simulação Triatlo Olímpico (Península de Setúbal)

 
Este Sábado (08 de Agosto) o nosso "trio do triatlo" (AngelFish, Krypton e Empenado) resolveu fazer uma simulação de um Triatlo de distância olímpica (1500 mts natação; 40 kms ciclismo; 10 kms corrida) como parte da preparação para o duplo olímpico que iremos cumprir em Sanabria (Galiza), a 13 de Setembro.
 
Assim, planeámos realizar a natação no Portinho da Arrábida/Praia da Anicha, após o que seguiríamos de bicicleta para a Quinta do Conde (via Cotovia), onde iniciaríamos o último segmento de corrida até ao Casal do Marco.
 
Para isso, deslocámo-nos nas bicicletas (cerca de 20 kms, com umas subidas jeitosas para aquecimento!) desde a Quinta do Conde até ao Portinho, sendo que deixámos previamente o material de corrida na Quinta do Conde, e tendo a nossa inestimável e insubstituível companheira/amiga/assistente (e todos os demais adjectivos positivos de que nos possamos lembrar!) levado o nosso material de natação para a praia logo de manhã.
 
Chegados ao Portinho, estimámos uma distância que nos pareceu aproximada aos 1500 pretendidos e apressámo-nos a vestir os fatos. Nadámos cerca de 36 minutos. Esteve muito vento naquele dia, o que não ajudava nem a nadar, nem a secar, nem a pedalar!
 
Fizemos uma transição necessariamente demorada, pois havia que levar as bicicletas para cima para o parque de estacionamento, equipar de novo e voltar cá abaixo para deixar a chave do carro com a Assistência! Após a transição rumámos ao vale da Rasca – Picheleiros – Aldeia de Irmãos – Cotovia – Quinta do Conde, numa distância de 45 kms percorridos a ritmo bem puxado (pelo menos para mim!!!), apesar do vento que se fazia sentir.
 
Na Quinta do Conde, aproveitámos bem o facto de termos WC, frigorífico, tudo fresquinho, em suma: uma transição de luxo! Calçámos os ténis e a ideia era subir a Quinta do Conde, tomar uma estrada secundária de ligação à zona da estação de Coina e depois rumar ao Pinhal de Frades e, por fim, Casal do Marco. A hora era de calor, cerca das 13h30, apesar do vento ajudar a dissipá-lo… Cumprimos os 10 kms em 1 hora, após o que a Assistência nos presenteou com um magnífico Esparguete à Bolonhesa! Palavras para quê???
 
Foi um grande teste e um grande treino, que nos deu possibilidade de aferir a nossa condição, a funcionalidade/ergonomia das bicicletas e do material em geral.
 
Nessa noite, o casal nosso amigo (como se não estivesse suficientemente cansado) ainda iria até Óbidos realizar uma corrida nocturna, com início às 23h, após o que iriam pernoitar na zona! E estava planeado eu e o Krypton irmos ao seu encontro de bicicleta no dia seguinte (Domingo), desde Coina ao Cadaval, cerca de 100 kms em estrada! Mas um imprevisto impediu-nos de o fazer: os suportes de tejadilho para as bicicletas não eram compatíveis com as barras de tejadilho do carro do Empenado… Com muita pena tivemos de abortar a viagem, pois não teríamos forma de regressar e o carro não comportava mais 2 pessoas com 2 bikes desmontadas no seu interior…
 
Assim, tivemos de nos contentar com uma "voltinha" de 60 kms à porta de casa, Quinta do Conde-Cabo Espichel-Quinta do Conde… O que serviu para dissipar o ácido láctico das pernas, consequência do treino do dia anterior.
 
E assim passou um fim de semana em grande, com grandes amigos e grandes empenos! Venham mais!!!!!
 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s